Informes Técnicos


Adultos devem ou não tomar leite?

Em torno dessa pergunta polêmica, não há uma resposta consensual da comunidade científica.

“O ser humano é o único mamífero que continua consumindo leite após o desmame”. Esse ponto tem levantado questionamentos a respeito de seu consumo na idade adulta.

No entanto, isso não seria sinal de que o leite é nocivo e que deva ser evitado pelos adultos. O leite é a principal fonte de cálcio e corresponde a 70% da ingestão diária.

O Consenso Brasileiro de Osteoporose recomenda uma ingestão de 1000mg de cálcio para indivíduos adultos que equivale em média a 3,5 xícaras de leite por dia.

Esse argumento reforça a necessidade do consumo de leite, uma vez que não há vegetais ou outra fonte alimentar tão rica em cálcio. Outro dado importante é que 45% das lactantes intolerantes à lactose perdem a sua intolerância durante o período de gravidez e de lactação.

O leite é um alimento de alto valor biológico. Rico em proteínas de alta biodisponibilidade e também de vitaminas A e algumas do complexo B e minerais, os que mais se destacam são o cálcio e o fósforo.

Algumas pessoas apresentam a intolerância à lactose, que é uma inabilidade para digerir a lactose, o açúcar predominante do leite. A lactose é um dissacarídeo e sua absorção requer hidrólise prévia no intestino delgado por uma β-galactosidase da borda em escova, comumente chamada lactase.


A deficiência de lactase conduz à má digestão da lactose e à conseqüente intolerância. A lactose não digerida, passa pelo cólon é fermentada por bactérias colônicas, havendo produção de ácidos orgânicos de cadeia curta e gases. Isto resulta em cólicas, flatulência, dor e diarréia osmótica. Há dois tipos de deficiência de lactase.

A deficiência de lactase do tipo primário é uma condição permanente. A forma congênita de deficiência de lactase é muito rara, enquanto a não persistência de lactase do tipo adulto é muito comum e afeta cerca de ¾ da população mundial.

A deficiência de lactose secundária é, usualmente, condição temporária causada por dano à mucosa intestinal. Mesmo nesse caso, o iogurte e outros produtos fermentados, bem como leites hidrolizados, amenizam os sintomas dos intolerantes.